Em entrevista à CNN, Rogério Marinho comenta obras da transposição e saída do PSDB

junho 27, 2020

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, concedeu entrevista ao programa Expresso CNN, da CNN Brasil, na noite de ontem. Os questionamentos foram feitos pela âncora Monalisa Perrone e pelos jornalistas Caio Junqueira e Thais Herédia.

O potiguar esteve presente na inauguração da obra do Eixo Norte da transposição do Rio São Francisco na sexta, no Ceará. No programa, ele respondeu perguntas sobre a pasta e também sobre o cenário político. Confira algumas respostas do ministro Rogério Marinho:

 

Visitas ao Nordeste

“Nós fomos no domingo passado pra Pernambuco. Chegamos em Petrolina e passamos o dia visitando obras ligadas ao São Francisco, aos perímetros de irrigação e ao próprio canal do Agreste, que hoje está permitindo que mais de 90 municípios em Pernambuco sejam abastecidos por água potável. De lá, nós fomos a Paraíba também visitar obras importantes na área de estrutura hídrica. Inclusive, também, o canal dos vertentes litorâneos, que vai permitir que mais de 35 municípios naquela região possam ter água potável.

De lá, nós fomos ao Rio Grande do Norte visitarmos barragens importantes que vão recepcionar as águas do São Francisco. Inclusive, a barragem de Oiticica, que fica no município de Jucurutu. São mais de 600 milhões de metros cúbicos de água. Essa obra tem mais de 80% das suas estruturas já edificadas e nós estamos fazendo todo o esforço pra cumprir o cronograma físico-financeiro. E, por fim, fomos ao estado do Ceará, onde visitamos uma série de obras, tanto na área hídrica como de mobilidade urbana. E fomos aguardar o presidente lá em Jati, uma cidade próxima a Juazeiro do Norte, que é uma cidade importante no Ceará, onde está o padre Cícero Romão Batista. De uma forma, eu diria, bastante providencial, nós ficamos naquela cidade aguardando a chegada das águas do São Francisco, que lá chegaram em função da liberação da barragem de Milagres, que fica no estado de Pernambuco.”

Transposição do Rio São Francisco

“Essa obra, Caio, ela é uma obra que eu diria fundamental para o país como um todo. E uma obra que representa não só segurança hídrica, mas segurança pras pessoas que vivem no coração do semiárido nordestino. São 4 estados que estão recepcionando as águas do São Francisco. Inicialmente, o estado de Pernambuco. Depois, o estado da Paraíba. Agora, o estado do Ceará. E espero, que em meados do próximo ano, nós possamos estar comemorando também a chegada das águas lá no Rio Grande do Norte, que aliás, é meu estado. Então, todos os esforços serão envidados pra que isso ocorra dentro do prazo, dentro do cronograma, e nós possamos, finalmente, ter segurança hídrica depois não de 13 ou 14 anos do início dessa obra, mas de 500 anos do descobrimento do Brasil [...]”

Saída do PSDB

“A minha maior aspiração é ser um bom ministro. Não estou pensando, nesse momento, na ação político-partidária. A minha decisão de sair do PSDB foi amadurecida desde o final da eleição de 2018. Apenas esperava um momento oportuno, que ocorreu há quase 90 ou 100 dias, e não dei publicidade ao tema porque acho que não é importante. Não sou candidato a nada esse ano. Se houver alguma possibilidade de uma pretensão política minha ocorrerá só em 2022. Então, é no final de 2021 e princípio de 2022 que me debruçarei sobre esse tema de buscar uma legenda, caso eu deseje voltar a vida pública como candidato. "

Convite de outros partidos

“[Ocorreu] graças a vocês que divulgaram a minha desfiliação. Veja que a minha ideia original era me desfiliar de uma forma mais discreta possível justamente pra não gerar nenhuma comoção em relação a um tema que eu não acredito que é relevante nesse momento."

Ministério de Desenvolvimento Regional

"Como eu disse, eu estou aqui dentro de um propósito de ser um bom ministro de Desenvolvimento Regional. Aqui, os desafios são extraordinários. Esse é um ministério dos mais complexos uma vez que ele foi criado a partir da chegada do presidente Bolsonaro ao poder. Ministério das Cidades e Ministério do Desenvolvimento Regional são ações das mais díspares e mais abrangentes. Então, a necessidade é que a gente aqui trabalhe muito pra dar conta da nossa atividade e missão que me foi outorgada.”

Discordância com Paulo Guedes

“Dificuldades ou divergências de opinião dentro de uma equipe são perfeitamente normais, aliás, salutares. Olha que coisa monótona se o Governo só tivesse uma posição ou uma opinião. Mas qualquer decisão que, porventura ocorra, vai ser uma decisão do Governo. O ministro Paulo Guedes responde pela Economia, tem feito um grande trabalho. Nosso primeiro ano foi um ano de êxito, de muita responsabilidade fiscal, de uma série de mudanças estruturais importantes na nossa Economia que acenavam pra uma recuperação gradativa e com uma velocidade cada vez maior. Só que nós todos fomos acometidos pelo mesmo processo de estarmos no meio de uma pandemia que atacou o sistema econômico.

[...] E está tudo bem entre eu e o Paulo Guedes. A gente tem conversado muito e tem discutido, da melhor forma possível, qual é a alternativa mais adequada.”


Confira a entrevista completa no link da CNN Brasil: https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/2020/06/26/rogerio-marinho-obra-traz-seguranca-para-quem-vive-no-semi-arido-nordestino


You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

INSTAGRAM

TWITTER

//]]>