O único excesso foi de desinformação e tolerância com o negacionismo

junho 26, 2020

    Imagem: O Globo

Manchete do O Globo: "Com sanfoneiro, Bolsonaro faz homenagem a vítimas e diz que houve 'excesso de preocupação' com coronavírus" 

Todo tipo de homenagem é válida. Importante ser dito isto.

Contudo, na live de ontem, o presidente Bolsonaro até acertou na ideia, mas errou feio na forma de homenagear as milhares de vítimas da Covid-19 no Brasil. Além de ter demorado bastante pra fazer isso, arrisco dizer que o gesto mais constrangeu do que homenageou. O semblante estático do ministro Paulo Guedes no vídeo é uma prova disso.

Apenas tocar "Ave Maria" numa sanfona é muito pouco pra memória de todos os brasileiros que perderam a vida com a doença. 

Muito pouco mesmo. 

E que frase infeliz, senhor presidente! Mais uma. "Excesso de preocupação"? A realidade se impõe e os números falam por si. O problema, com certeza, não foi "excesso de preocupação", e sim, excesso de desinformação e tolerância com os discursos negacionistas que saíram do Palácio do Planalto.

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

INSTAGRAM

TWITTER

//]]>