Bolsonaro recupera apoio popular e oposição permanece inerte

agosto 14, 2020


A Folha de São Paulo publicou nova pesquisa Datafolha na madrugada desta sexta-feira. O presidente Jair Bolsonaro atingiu sua melhor avaliação  desde o início do mandato: 37% consideram o governo ótimo/bom, 27% consideram regular, 34% consideram ruim/péssimo e 1% não sabe/não respondeu. 

Na última pesquisa, em junho, o resultado era esse: Ótimo/bom: 32%; Regular: 23%; Ruim/péssimo: 44%; NS/NR: 1%

Há um claro movimento de recuperação da aprovação do presidente. Tem relação com o auxílio emergencial, com mudanças de postura do Governo e também com o alinhamento junto aos partidos do Centrão. Tudo isso faz parte do jogo e Bolsonaro parece ter entendido como as coisas funcionam. 

Mas destaco o grupo, que na minha avaliação, tem uma importante parcela de culpa no sucesso do presidente: a oposição inerte e confusa. 

O momento essencial para a reação da oposição foi nos meses de junho/julho. Havia protestos na rua, crises diárias no Planalto e a rejeição não parava de crescer. A foto abaixo é de 07 de junho, em uma das maiores manifestações oposicionistas, no Largo da Batata em São Paulo. 


Naquele fim de semana, havia mais oposicionistas na rua do que defensores do presidente. Mas decidiram adotar a cautela e os atos esvaziaram... 

O esperado consenso de oposição também não decolou. Partidos se uniram na teoria, mas lideranças e militância continuam travando brigas nas redes sociais. 

Ficou fácil demais para o presidente. 

Na disputa de narrativas durante a pandemia, Bolsonaro venceu, apesar de tudo que falou e fez, e afastou todas as chances de impeachment. 

Por fim, repito aqui o que falei no meu perfil @gustavo_hsl. Vale como reflexão: As pessoas precisam sair das bolhas de redes sociais.  A oposição, principalmente. O único lugar que se observa o aumento da rejeição ao presidente é no Twitter. Não representa muita coisa da nossa realidade. 

Aconselho que andem mais pelo país e se proponham a ouvir mais também. Surpresas serão evitadas.

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

INSTAGRAM

TWITTER

//]]>